Dados do município/localização

Fundação: 23/02/1957
Emancipação Política: 23 DE FEVEREIRO
Gentílico: BELACRUZENSE
Unidade Federatíva: ce
Mesoregião: NOROESTE CEARENSE
Microregião: LITORAL DE CAMOCIM E ACARAÚ
Distância para a capital: 245,00

Dados de características geográficas

Área: 841.718,00
População estimada: 30873
Densidade: 36,70
Altitude 38
Clima: SEMIÁRIDO
Fuso Horário: UTC-3

Origem

O topônimo Sítio Santa Cruz foi seu primeiro nome, posteriormente 'Santa Cruz do Acaraú'. Em 1938, o Decreto Federal nº 311, deu-lhe a denominação de Bela Cruz, que prevalece até hoje.

História

Situado numa área conhecida e cartografada pelos portugueses em meados do século XVII, surge como núcleo urbano a partir do século XVIII. Apesar de a tradição oral dar conta de uma velha mulata (Genoveva) como a primeira habitante da localidade, isso não é exato. Diversos latifundiários e criadores de gado adquiriram sesmarias e ali passaram a morar, isso, quase um século antes da existência de Genoveva.

Cultura

Arraiá da Vizinhança — Matriz (último fim de semana de julho), Festa de São Francisco — Matriz (de 25/09 a 04/10), Festa de São Vicente de Paulo (27 de setembro), Festa da Padroeira — Nossa Senhora da Conceição (8 de dezembro).

Divisão Política

A economia do município concentra-se na agricultura, onde se produz castanha de caju, mandioca, milho, feijão, batata-doce, melancia e carnaúba. A pecuária também constitui fonte de emprego e renda para boa parcela da população. O comércio de Bela Cruz reveste-se de suma importância para a economia do município, contando com lojas de tecidos, armarinhos, lojas de calçados, de eletrodomésticos, de confecções, mercearias, armazéns, farmácias, materiais de construção, dentre outras. A atividade artesanal também se encontra fortemente presente, sendo sua produção bastante diversificada: bordados, rendas, varandas, redes de dormir, crochê, redes de pesca, etc. A arrecadação fiscal do município é pequena, inviabilizando ações de infraestrutura e saneamento básico. As principais fontes de trabalho existentes, no município, concentram-se na agricultura, no comércio e no serviço público municipal, alvo de constantes disputas políticas

Curiosidades

Tropical quente semiárido com pluviometria média de 1093 mm[5] com chuvas concentradas de janeiro a abril.[6] Subdivisão O município tem 2 distritos: Bela Cruz (sede) e Prata. Hidrografia e recursos hídricos As principais fontes de água são: rios: Acaraú e riachos: Inhanduba, da Prata e do Córrego; lagoas: Belém de Fora, J. de Sá, do Mato, do Grosso e Santa Cruz; açudes: de Araticuns, da Prata e do Cajueirinho; diversos córregos que fluem para o Rio Acaraú e riachos. Relevo e solos Região costeira (areias quartzosas álicas, areias quartzosas distróficas, areias quartzosas eutróficas, areias quartzosas marinhas distróficas, podzólico vermelho amarelo eutrófico) formada de dunas e Ilhas, como a Ilha do Rocha. Não possui grandes elevações. Vegetação A maior parte do território é coberto por cajueiros, pequena área coberta por caatinga arbustiva aberta e densa, e por tabuleiros costeiros.

Qual o seu nível de satisfação com essa página?


Muito insatisfeito

Um pouco insatisfeito

Neutro

Um pouco satisfeito

Muito satisfeito